Imóveis especiais

Conhece qual a diferença entre loft e flat? Fique por dentro do assunto!

/
16 0
Tempo de leitura: 6 min

A busca por apartamentos pequenos cresceu bastante, principalmente entre jovens, solteiros e casais sem filhos. Com a vida corrida nas cidades, é difícil ter tempo para as tarefas domésticas e todos os cuidados que uma casa exige.

Se você se identifica com essas características, precisa entender qual a diferença entre loft e flat. Afinal, os dois tipos de imóveis atendem às necessidades de quem quer morar bem, mas sem gastar muito tempo cuidando da casa. Conhecendo um pouco mais sobre eles, você vai poder escolher a melhor opção para sua realidade. Continue a leitura e confira!

O que é loft?

Os lofts surgiram entre os anos 60 e 70, sendo mais comuns nos Estados Unidos e na Europa. Eles se tornaram grandes tendências por representarem uma forma de aproveitar antigos edifícios comerciais ou galpões que foram abandonados ou perderam sua função. Dessa forma, foi possível transformar esses espaços em apartamentos residenciais.

Muitos lofts são construídos a partir de antigos depósitos comerciais ou industriais. Assim, têm como forte característica o fato de terem uma área maior do que 50 metros quadrados e um pé direito alto ou duplo. Ao serem decorados, ganham aparência moderna, descolada e bastante funcional.

O que é flat?

O flat também é conhecido como apart-hotel. Ele surgiu no Brasil na década de 1920, quando as construtoras encontraram um nicho específico de mercado. As normas brasileiras não permitiam que fossem realizadas atividades comerciais em edifícios residenciais. E assim surgiram essas edificações mistas, que tinham quartos de hotéis e também apartamentos.

Dessa forma, os flats são apartamentos reduzidos, um pouco maiores que suítes de hotel. Eles contam também com uma pequena cozinha e sala e ficam disponíveis para aluguel por diária ou temporada. Além disso, também é possível comprar um flat como forma de moradia prolongada ou até mesmo como investimento.

Quais as principais diferenças entre loft e flat?

Você já entendeu como surgiram os conceitos de loft e flat — e conheceu algumas características desses imóveis. Afinal, quais são as diferenças entre eles? Descubra agora!

Estrutura do apartamento

Nos lofts, por serem originários de antigos galpões comerciais, é comum que não existam paredes ou divisórias separando os cômodos. Dessa maneira, todos os ambientes ficam integrados.

Além disso, eles são caracterizados por terem grandes janelas, o que faz com que sejam apartamentos bastante claros e arejados. Outro ponto que diferencia os lofts é o estilo industrial. Isso acontece porque, geralmente, as instalações hidráulicas e elétricas são externas, ficando aparentes, já que existem poucas paredes.

Essa propriedade se torna um ponto forte dos lofts, que podem receber divisórias flexíveis, conforme o morador preferir. Fora isso, com o pé direito duplo, é possível instalar um mezanino, de forma a separar os ambientes íntimos dos de convivência. Em alguns lofts, é possível também ter uma varanda ou pequena área externa, o que ajuda bastante se você quiser ter um jardim em casa e maior contato com a natureza.

Por sua vez, os flats ou apart-hotéis têm uma estrutura bastante parecida com suítes de hotel. Trata-se de um apartamento de um quarto só, que fica separado por paredes, bem como o banheiro. A cozinha normalmente é americana, sendo integrada com uma pequena sala por meio de uma bancada ou mesa. Além disso, os flats são apartamentos já mobiliados.

Serviços oferecidos

Uma das grandes diferenças entre loft e flat é o oferecimento de serviços. Diferentemente dos lofts, os flats geralmente são atendidos com serviços de hotelaria, tais como limpeza do apartamento, lavanderia, troca de roupas de cama e banho, café da manhã, garagem com ou sem manobrista e segurança. Você também contará com os serviços de portaria, recepção e recados, além de TV a cabo, telefone e internet.

Já no caso dos lofts, você mesmo precisará contratar os serviços que precisar para a manutenção e a segurança da casa. Também resolverá por conta própria todas as comodidades que quiser ter.

Entretanto, vale lembrar que, hoje em dia, muitos edifícios de lofts são construídos ao invés de sempre aproveitar somente estruturas prontas e antigas. Nesses casos, o prédio pode oferecer algumas comodidades, como lavanderias comunitárias em cada pavimento, e estruturas de lazer, como piscinas, salão de festas etc.

Tipos de moradores

Por conta das comodidades citadas acima, os lofts e flats atendem públicos diferentes. O loft atende solteiros, casais sem filhos e até famílias, dependendo do tamanho da área útil. Apesar de sua característica integrada e moderna e do seu estilo industrial, eles funcionam como os imóveis residenciais em geral.

Os flats são diferentes nesse aspecto. O fato de proporcionarem vários serviços aos moradores faz com que os clientes sejam pessoas que não buscam moradia fixa. No geral, são executivos ou jovens solteiros com uma rotina pesada de trabalho, que precisam estar em uma localização privilegiada. Por isso, eles não têm tempo para procurar os serviços básicos que uma casa exige e preferem pagar por eles morando em um flat.

Tarifas

Dentro do contexto de moradia em flat, é de se esperar que seja cobrada uma tarifa por todos os serviços oferecidos. Sendo assim, a administração arrecada uma taxa de condomínio consideravelmente maior do que a de um edifício residencial comum. No entanto, não é preciso se preocupar com praticamente nenhuma tarefa doméstica.

Seguindo essa linha de raciocínio, será necessário arcar com uma taxa de condomínio menor no loft, com a vantagem de poder personalizá-lo da forma que quiser. É possível investir na decoração para deixá-lo no seu estilo e gosto, o que não acontece com os flats, que já são mobiliados e decorados conforme o padrão do empreendimento.

O que você precisa considerar antes de escolher entre um loft e um flat?

Em primeiro lugar, você precisa entender o que você está procurando num imóvel. Por exemplo, se você já tem uma residência fixa, mas viaja muito e precisa de um local acolhedor para sua estadia, os apart-hotéis podem te atender bem. Por outro lado, se você deseja comprar o seu primeiro imóvel para estabelecer uma moradia prolongada, os lofts são uma boa pedida.

Considere também se o objetivo é adquirir um imóvel como investimento. Nesse caso, os flats costumam ter um retorno maior do que os aluguéis residenciais, porque se baseiam nas normas de hotelaria e não na lei do inquilinato. Isso faz com que algumas taxas e impostos sejam reduzidos. Entretanto, é mais difícil encontrar uma unidade de flat para vender, dado que geralmente as empresas disponibilizam apenas algumas unidades para venda e o restante é para aluguel.

Neste texto, você pôde conhecer qual a diferença entre loft e flat e entendeu que eles são modelos diferentes de moradia destinados a perfis distintos de comprador. Você gostou deste conteúdo? Agora veja também nosso post sobre apartamentos reformados ou para reformar e saiba escolher a melhor opção!

Posts Relacionados
/

A busca por apartamentos pequenos cresceu bastante, principalmente entre jovens, solteiros e casais sem filhos. Com…

/

A busca por apartamentos pequenos cresceu bastante, principalmente entre jovens, solteiros e casais sem filhos. Com…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up