Melhores bairros para morar

O que fazer em Moema? 5 dicas de passeios que vão te encantar

/
16 0
Tempo de leitura: 6 min

Quem mora ou visita a capital paulista logo deve ouvir que, entre os principais bairros nobres da megalópole, há muito o que fazer em Moema, tornando o local um cartão-postal da cidade, praticamente.

Não por menos. Afinal de contas, toda a área útil da região desponta com atrativos para todos os gostos e idades — além de abrigar um dos principais pontos de interesse de São Paulo: o parque do Ibirapuera.

Só que essa é só a verdejante ponta de alternativas sobre o que fazer em Moema. Abaixo, vamos resgatar uma série de opções para explorar todo o potencial de um dos bairros mais valiosos da zona sul. Confira!

As características de Moema

Registrado em outubro de 1987 como mais um bairro entre tantos outros da zona sul paulistana, Moema foi abstraído da região de Indianópolis, tornando-se autônomo desde então.

Só que, antes disso, muita história já havia sido contada naquela área urbana tão predominantemente plana. Foi lá, por exemplo, que muitos bondes elétricos (os primeiros da cidade) transitavam quando muitas chácaras ainda pontuavam o horizonte paulistano.

Soma-se a isso a localização multifuncional desse bairro rico em qualidade de vida, que dá e permite acesso a muitas áreas de grande tráfego da cidade, como:

  • avenida 23 de Maio;

  • avenida Ibirapuera;

  • avenida Santo Amaro;

  • avenida Bandeirantes;

  • avenida Indianópolis.

Sem falar na facilidade de acesso para outras áreas da cidade, como a zona norte e a zona oeste. Isso faz com que tenha muito o que fazer em Moema. E, abaixo, vamos nos certificar que você termine esta leitura com a mesma convicção!

Dicas sobre o que fazer em Moema

Vai relaxar, passar um dia ao ar livre, fazer compras de última hora ou deliciar-se com as opções avantajadas de comes e bebes que se estendem por todo o bairro? Então, confira nossas 5 dicas sobre o que fazer em Moema!

1. Visite a Paróquia Nossa Senhora Aparecida

A paróquia está localizada na praça que carrega o mesmo nome, tornando-se um dos cartões-postais de Moema.

Construída em 1993, a região — margeada por árvores robustas — foi erguida por Raul Loureiro e Dona Antonieta, devotos de Nossa Senhora Aparecida, como um refúgio para os soldados da Revolução Constitucionalista de 1932.

Nota-se que, ao longo do ano, muitas celebrações (como casamentos) tornam a paróquia em uma área disputadíssima e sempre cercada de visitantes. Vale a pena, portanto, somar-se à massa de gente para deslumbrar-se com um dos 25 vitrais que adornam o interior do local.

Vale a pena, também, planejar-se para visitar a área quando estiver ocorrendo a Feira da Arte de Moema, que toma a praça com uma série de artistas e seus respectivos trabalhos — além de algumas opções de comida de rua para forrar o apetite.

2. Faça um passeio a pé por todo o bairro

Para quem procura o que fazer em Moema, mas com nada específico em mente, um simples passeio a pé pode reservar ótimas surpresas para os seus exploradores.

A começar pelo atrativo natural da região: Moema é um bairro majoritariamente plano — não muito diferente do Itaim Bibi e de Nova Conceição, dois de seus bairros vizinhos —, o que convida os seus visitantes a esticarem as pernas pelas suas ruas aconchegantes.

Principalmente, porque toda a região é abastecida com uma forte demanda comercial. De lojas de roupas de marca a bares e restaurantes, é perfeitamente compreensível a comparação de Moema com um shopping a céu aberto — e o que não puder ser encontrado em suas ruas com nomes indígenas ou de aves pode estar muito bem acomodado no interior do imenso Shopping Ibirapuera.

3. Conheça a rua Normandia na época que antecede o Natal

No mês de dezembro, há muito mais o que fazer em Moema porque se trata de uma região que acolhe o Natal em todo o seu esplendor — e colorida decoração.

Um bom exemplo disso é a rua Normandia, que já agrega muito da arquitetura europeia, e é complementada por apresentações de corais, muita iluminação natalina e muitos outros afrescos sazonais.

Como resultado, o bairro se apinha de gente que se encanta com o clima de Natal e que pode estender a visita nos arredores do parque do Ibirapuera, onde reside a tradicional árvore natalina.

4. Conheça os atrativos naturais da região

Não há como negar: se você não sabe o que fazer em Moema, recomendamos que comece a sua visita pelo colossal parque do Ibirapuera. O local está recheado de atrativos, como:

  • pista para os aficionados por caminhadas e corridas;

  • playground para a criançada;

  • áreas comuns para comer;

  • ciclofaixas;

  • bicicletário (com a possibilidade de alugar bicicletas);

  • fonte com espetáculo de luzes;

  • quadras para a prática de esportes;

  • aparelhos de ginástica;

  • áreas livres para a prática de esportes radicais e/ou coletivos.

E, claro, muita área verdade para ficar à sombra, reunir-se com a família ou amigos e arriscar até mesmo um piquenique.

Para ir além, nesse passeio natural, há também o Parque das Bicicletas, que reúne 44 mil m² entre as avenidas Indianópolis e Ibirapuera. Construído em 2000, o local é de grande relevância para quem está em busca de mobilidade urbana e aliar os seus passeios com os benefícios de andar de bicicleta.

Detalhe: Moema foi o primeiro bairro a receber uma ciclofaixa.

5. Aproveite a enorme e diversificada demanda gastronômica da região

Para finalizar o nosso tour sobre o que fazer em Moema, aproveite para dedicar muito tempo em conhecer os locais tradicionais e as grande tendências gastronômicas que disputam o paladar dos visitantes.

Bares (com música ao vivo ou não), restaurantes nacionais e internacionais, baladas e um manancial amplo de especialidades culinárias cativam a atenção de quem estiver transitando pelo bairro. Algumas das principais opções você confere logo abaixo:

  • Armazén Paulista;

  • Bar do Giba;

  • Bourbon Street;

  • Bar do Juarez;

  • Frutaria;

  • O Burger;

  • The Bagel Factory;

  • Willi Willie Bar e Arqueria;

  • Bar Original;

  • Sí Señor;

  • Djapa;

  • Aoyama;

  • Koban;

  • Câmara Fria.

Mas, não se deixe limitar a essas indicações. Há muito mais o que fazer em Moema e, por isso, convém fazer um planejamento diversificado para desfrutar de todas as opções de lazer, gastronomia e cultura que o bairro tem a oferecer.

Inclusive, toda a cidade é um palco aberto para todos os gostos e interesses. E, se você duvida disso, aproveite para descobrir o que mais pode chamar a sua atenção e a do seu paladar nas 8 opções, para almoço e jantar, que selecionamos para você visitar nos Jardins!

Posts Relacionados
/

Quem mora ou visita a capital paulista logo deve ouvir que, entre os principais bairros…

/

Quem mora ou visita a capital paulista logo deve ouvir que, entre os principais bairros…

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Scroll Up